FILMES TORRENTS HD AGORA É

KLUDER

A Criatura do Cemitério (1990) Torrent Dublado e Legendado

A Criatura do Cemitério - PosterBaixar Filme: A Criatura do Cemitério Torrent

Título original: Graveyard Shift

Direção: Ralph S. Singleton
Gênero: Drama, Terror

4.9

Lançamento: 1990
Duração: 89 min.

Qualidade de Áudio: 10
Qualidade de Vídeo: 10

Prêmios: 1 nomination.
Produção: Paramount, Graveyard Productions, JVC

Sinopse: John Hall é um vagabundo que vaga em uma pequena cidade no Maine. Ele precisa de um emprego e decide procurar emprego no principal negócio da comunidade: uma grande fábrica têxtil. Ele é contratado para trabalhar no “turno da noite” – da meia-noite até o amanhecer – e, junto com alguns outros, é encarregado de limpar o porão. Essa tarefa é vista pelos operários como bastante simples, mas depois, à medida que avançam no subsolo, eles encontram uma monstruosidade indescritível destinada a devorar todos eles.

 

Baixar A Criatura do Cemitério Dual Áudio Torrent

Baixar A Criatura do Cemitério Dual Áudio Torrent
720pBluRay1,44 GBMKVBaixar

Classificação Indicativa (Estados Unidos): R

Estreia no Cinema: 26/10/1990 (Estados Unidos)

Orçamento: U$ 10.500.000,00
Bilheterias: U$ 11.582.891,00

Resenhas

**Uma péssima ideia para um filme.**

Tudo acontece numa velha tecelagem industrial instalada junto de um riacho e um cemitério abandonado, que parece ter sido invadido pelas águas e transformado num pântano, onde sepulturas e corpos boiam. Em meio a este ambiente de podridão geral, uma próspera comunidade de ratos nasceu e invadiu a tecelagem. Agora, o dono quer a fábrica livre de ratos e a cave desimpedida para fazer novos espaços de trabalho, mas algo terrível anda a matar empregados durante a noite.

Inspirado num conto curto de Stephen King, é um filme com pouco que ver e pouca história para contar além de não assustar ninguém. Um funcionário novo, colegas de trabalho idiotas, o cliché usual da secretária boa que tem um caso com o patrão, que é um idiota e que sabe mais do que deixa parecer, pouco se importando com os funcionários. E afinal, o monstro terrível e gigante é uma espécie de cruzamento entre um rato e um morcego, que nunca surge inteiramente e é nitidamente falso, num dos efeitos especiais mais mal feitos que eu já vi desde o tubarão de Spielberg.

Há alguma coisa boa neste filme? Mais ou menos. Os actores fazem um trabalho decente, David Andrews empenha-se mesmo mais do que o material merece, eu acho. Ele foi bastante bom e o mesmo se pode dizer de Stephen Macht, que foi suficientemente cínico e cruel para merecer o nosso ódio. Mas é só isso. Kelly Wolf e Ilona Margolis limitam-se a ser caras e corpos bonitos para sofrer ou estar em perigo. Brad Dourif é ridículo. Vic Polizos é estúpido e Jimmy Woodard é histriónico.

Em resumo, é um filme de terror sem roteiro e muito pobre, onde tudo assenta no ambiente e no gore. Não nos assusta, quase nos faz rir em certos momentos. (Escrita por: Filipe Manuel Dias Neto)**Uma péssima ideia para um filme.**

Tudo acontece numa velha tecelagem industrial instalada junto de um riacho e um cemitério abandonado, que parece ter sido invadido pelas águas e transformado num pântano, onde sepulturas e corpos boiam. Em meio a este ambiente de podridão geral, uma próspera comunidade de ratos nasceu e invadiu a tecelagem. Agora, o dono quer a fábrica livre de ratos e a cave desimpedida para fazer novos espaços de trabalho, mas algo terrível anda a matar empregados durante a noite.

Inspirado num conto curto de Stephen King, é um filme com pouco que ver e pouca história para contar além de não assustar ninguém. Um funcionário novo, colegas de trabalho idiotas, o cliché usual da secretária gostosa que tem um caso com o patrão, que é um idiota e que sabe mais do que deixa parecer, pouco se importando com os funcionários. E afinal, o monstro terrível e gigante é uma espécie de cruzamento entre um rato e um morcego, que nunca surge inteiramente e é nitidamente falso, num dos efeitos especiais mais mal feitos que eu já vi desde o tubarão de Spielberg.

Há alguma coisa boa neste filme? Mais ou menos. Os actores fazem um trabalho decente, David Andrews empenha-se mesmo mais do que o material merece, eu acho. Ele foi bastante bom e o mesmo se pode dizer de Stephen Macht, que foi suficientemente cínico e cruel para merecer o nosso ódio. Mas é só isso. Kelly Wolf e Ilona Margolis limitam-se a ser caras e corpos bonitos para sofrer ou estar em perigo. Brad Dourif é ridículo. Vic Polizos é estúpido e Jimmy Woodard é histriónico.

Em resumo, é um filme de terror sem roteiro e muito pobre, onde tudo assenta no ambiente e no gore. Não nos assusta, quase nos faz rir em certos momentos. (Escrita por: Filipe Manuel Dias Neto)

Trailer

Elenco principal

  1. David Andrews

    David Andrews

    John Hall

  2. Kelly Wolf

    Kelly Wolf

    Jane Wisconsky

  3. Stephen Macht

    Stephen Macht

    Warwick

  4. Robert Alan Beuth

    Robert Alan Beuth

    Ippeston

  5. Andrew Divoff

    Andrew Divoff

    Danson

  6. Vic Polizos

    Vic Polizos

    Brogan

  7. Brad Dourif

    Brad Dourif

    Tucker Cleveland, the Exterminator

  8. Ilona Margolis

    Ilona Margolis

    Nordello